Hyundai e Toyota querem acelerar uso de hidrogênio nos Estados Unidos

Hyundai e Toyota se juntaram à coalizão Hydrogen Forward com o objetivo de acelerar a utilização do hidrogênio como fonte de energia nos Estados Unidos.  Segundo Doug Murtha, Vice Presidente da Toyota, “de aquecimento de lares…a combustível para nossos carros…, as tecnologias à base de hidrogênio têm o potencial de transformar nossas vidas.”

Hyundai Toyota hidrogênio Estados Unidos
Mirai é o modelo da Toyota movido a hidrogênio. Custa a partir de US$49 mil nos EUA.

Realmente o hidrogênio é uma fonte de energia não poluente que pode ser utilizada em três frentes principais: transporte, indústria e grid de energia.

No transporte, o hidrogênio é utilizado em “fuel cells”, cujo único subproduto é a água. Essa opção é particularmente interessante para transporte pesado por longas distâncias por duas razões. Primeiro, o hidrogênio tem uma alta concentração de energia e seu abastecimento é fácil e rápido. Segundo, a tecnologia de “fuel cell” é leve e muito eficiente (até 60% da energia química é transformada em energia elétrica).

Hyundai Nexo Hydrogen Fuel Cell
Nexo é o SUV da Hyundai movido a hidrogênio. Custa a partir de US$58 mil nos EUA.

Na indústria, a grande concentração de energia do hidrogênio permite que ele seja usado em processos de produção que exigem temperaturas muito altas, como em fábricas de cimento, de aço e de vidro.

Já no grid de energia, o hidrogênio pode trabalhar em conjunto com usinas de energia solar ou eólica. O excesso de energia gerado nessas usinas em algumas horas do dia é utilizado para produzir hidrogênio. Quando não há disponibilidade de luz solar ou de vento, esse hidrogênio é utilizado como combustível para gerar energia elétrica. Cria-se assim um sistema não poluente capaz de entregar eletricidade 24 horas por dia.

Energia eólica, solar e do hidrogênio podem se complementar

Como o hidrogênio não existe na forma molecular (H2) na Terra, ele precisa ser extraído de outros compostos, como água e metano. Sua produção pode ser feita integralmente no próprio país, assim os benefícios econômicos são colhidos localmente por toda a cadeia de produção.

Hoje os membros da Hydrogen Forward já fazem muitos investimentos em tecnologias à base de hidrogênio. Essas empresas entendem, entretanto, que a falta de uma política americana de apoio claro a essa fonte de energia pode comprometer os esforços.

Participam da coalizão Hydrogen Forward: Air Liquide, Anglo American, Bloom Energy, CF Industries, Chart Industries, Cummins Inc, Hyundai, Linde, McDermott, Shell and Toyota

Fonte: Hydrogen Forward

Confira outros posts como “Hyundai e Toyota querem acelerar uso de hidrogênio nos Estados Unidos”.

Subscreva

Subscreva para acompanhar notícias do mundo da tecnologia:

Loading

Leave a Reply

Your email address will not be published.

%d bloggers like this: