Hyundai vai construir fábrica de sistemas de Fuel Cell na China

O Grupo Hyundai inicia esse mês a construção de uma fábrica de sistemas de fuel cell em Guangzhou, China. O investimento é mais uma demonstração do compromisso da empresa com tecnologias relacionadas ao hidrogênio.

Essa será a primeira fábrica de fuel cell do Grupo Hyundai fora da Coreia do Sul. Espera-se que ela comece a funcionar na segunda metade de 2022, com uma produção inicial de 6.500 unidades por ano do sistema de fuel cell usado no NEXO, seu SUV movido a hidrogênio.

Hyundai Nexo Hydrogen Fuel Cell
NEXO, o SUV FCEV de produção em série da Hyundai

A Hyundai é uma das líderes mundiais na tecnologia de fuel cell. A fábrica em Guangzhou deve permitir que a empresa mantenha uma posição de destaque na indústria do hidrogênio na China.

Segundo o Ministério da Indústria da China, o país tem um grande interesse em desenvolver a indústria do hidrogênio. Sua previsão é que, num prazo de 15 anos, haverá 1 milhão de FCEVs (veículos elétricos que utilizam fuel cells alimentadas por hidrogênio) rodando no país, especialmente veículos comerciais.

Os planos da Hyundai são de atingir o nível de produção global de 700.000 sistemas de fuel cells por ano, atendendo a demanda de diversos setores da indústria.

A Hyundai investe nessa tecnologia há décadas. Ela foi responsável, em 2013, pelo lançamento do primeiro FCEV de produção em série, o ix35. Em 2018 foi lançado o SUV FCEV NEXO. Ano passado novamente a empresa mostrou sua liderança no setor, com a entrega a clientes na Suíça das primeiras sete unidades do Xcient, um caminhão FCEV produzido em série.

Hyundai fábrica Fuel Cell China
Hyundai Xcient é o primeiro caminhão FCEV produzido em série

Os FCEVs ainda são mais caros do que seus equivalentes a combustão interna. O NEXO, por exemplo, custa a partir de US$58 mil nos Estados Unidos; o Mirai, o FCEV da Toyota, a partir de US$49 mil.

Fonte: Grupo Hyundai

Confira outros posts como “Hyundai vai construir fábrica de sistemas de Fuel Cell na China”.

Subscreva

Subscreva para acompanhar notícias do mundo da tecnologia:

Loading

Leave a Reply

Your email address will not be published.

%d bloggers like this: