Carros Elétricos puxam vendas do Grupo BMW em 2020

As vendas de carros elétricos do Grupo BMW atingiram 192.646 unidades em 2020 (+31,8% em relação a 2019). Com isso a empresa superou as metas estabelecidas pela União Europeia para a frota de veículos não poluentes. O ano foi marcado também por uma forte demanda por veículos híbridos plug-in, cujas vendas subiram 38,9% em relação a 2019.

Carros Elétricos BMW 2020
Carros Elétricos da BMW venderam muito em 2020. Na imagem o interior do BMW iX3

Na Europa, veículos elétricos e híbridos já representam 15% do total de vendas da empresa. Hoje ela oferece 13 modelos desse tipo; em 2023 serão 25 modelos. Em 2020 foram lançados o MINI ELECTRIC e o BMW iX3; em 2021 chegam o BMW iX e o BMW i4.

Carros Elétricos BMW 2020
Totalmente elétrico, o BMW iX não precisaria da grade dianteira. Mas ela reflete a alma da BMW.

O ano foi muito bom também para os veículos mais luxuosos, como o 7 Series, o 8 Series e o BMW X7. As vendas nesse segmento atingiram 115.420 veículos (+12,4% sobre 2019).

Com vendas de 144.218 veículos (+6% sobre 2019) a BMW M GmbH teve seu melhor ano da história. Um dos destaques foi o BMW X6 M50i, que deve receber a companhia do BMW M3 e do BMW M4 no primeiro trimestre de 2021.

BMW X6 M50i
A BMW M GmbH é a divisão de performance da BMW. Na imagem acima o BMW X6 M50i

Em função da indisponibilidade por alguns meses do seu modelo mais popular, o Ghost, a Rolls-Royce viu suas vendas caírem 26,4% em 2020, para 3.756 unidades. A MINI também não foi bem, com vendas de 292.394 veículos (-15,8% sobre 2019). Salvaram-se o MINI ELECTRIC (17.580 unidades) e o John Cooper Works (20.565, +20,8% sobre 2019).

Mini John Cooper Works Clubman
Mini John Cooper Works Clubman

Combinando os resultados das três marcas, em 2020 o Grupo BMW vendeu 2.324.809 unidades (-8,4% sobre 2019). No quarto trimestre as vendas foram de 686.069 unidades, +3,2% em relação ao ano anterior, mostrando que os efeitos da pandemia foram superados.

A quarta marca do Grupo é a BMW Motorrad, responsável pela produção de motocicletas. Com vendas de 169.272 unidades, 2020 foi o segundo melhor ano de sua história.

A BMW vendeu quase 170 mil motos em 2020

Parte do sucesso do Grupo em um ano tão difícil se explica por sua capacidade de digitalizar os canais de venda. A pandemia fez com que os clientes evitassem ir às concessionárias. Essa situação foi contornada permitindo, por exemplo, que os vendedores configurassem os veículos junto com os clientes (em uma tela compartilhada), ou fizessem demonstrações online de veículos disponíveis na concessionária.

O Grupo BMW é o líder na venda de carros premium há 17 anos. A empresa possui 31 fábricas em 15 países, e concessionárias em mais de 140 países. Sua força de trabalho é de 126.016 empregados. Em 2020 seu lucro foi de 7,1 bilhões de euros, com receitas de 104,21 bilhões de euros.

Fonte: BMW

Confira outros posts como “Carros Elétricos puxam vendas do Grupo BMW em 2020”.

Subscreva

Subscreva para acompanhar notícias sobre o mercado de veículos:

Loading

Leave a Reply

Your email address will not be published.

%d bloggers like this: