Crise da aviação comercial reduz entregas da Embraer em 2020

Crise da aviação comercial reduz entregas da Embraer em 2020

A pandemia de COVID-19 atingiu diretamente o setor de aviação comercial, reduzindo as entregas da Embraer em 2020.

A Embraer entregou 71 jatos no quarto trimestre de 2020, dos quais 28  comerciais e 43 executivos. Esses resultados representam uma queda de 10 jatos na comparação com o quarto trimestre de 2019. Durante todo o ano de 2020 a empresa entregou 130 jatos, dos quais 44 comerciais e 86 executivos. Em 2019 a Embraer havia entregado 198 jatos.

entregas da Embraer 2020
Parceria com a Porsche criará edição limitada do Phenom 300E

Alguns destaques de 2020:

  • No final de 2020 a primeira unidade do Praetor 600 foi entregue à Flexjet;
  • Anunciada uma colaboração com a Porsche que deve criar uma edição limitada do Phenom 300E;
  • A Belavia (da Bielorússia) recebeu seu primeiro jato E195-E2;
  • Congo Airways colocou um pedido firme de compra de dois jatos E195-E2 e de dois jatos E190-E2;
  • A quarta unidade do C-390 Millennium foi entregue à Força Aérea Brasileira. Todas as 28 unidades do C-390 comprados pela FAB serão equipados para desempenhar missões de reabastecimento no ar;
  • Duas unidades do modernizado EMB 145 AEW&C (designados E-99) foram entregues à FAB;
  • Foi entregue a primeira conversão na Europa do Legacy 450 em Praetor 500.
entregas da Embraer 2020
FAB encomendou 28 unidades do C-390
Governo Brasileiro encerra disputa com Canadá na OMC

A Embraer se manifestou favoravelmente à decisão do Governo Brasileiro de encerrar a disputa com o Canadá na Organização Mundial do Comércio.

O Brasil questionava na OMC mais de US$3 bilhões de subsídios ilegais fornecidos pelos governos do Canadá e de Quebec à Bombardier pelo desenvolvimento e produção do programa C-Series. Esses subsídios distorceram as condições de competição, causando grandes prejuízos à Embraer.

A OMC deixou de ser o local adequado para corrigir essas distorções depois que a Bombardier saiu da aviação comercial, transferindo o programa C-Series para a Airbus, que agora o chama de A220 e possui uma linha de produção nos Estados Unidos.

Airbus A-220
Airbus A-220, antigo programa C-Series da Bombardier

Confira outros posts como esse.

Subscreva

Subscreva para acompanhar notícias sobre o setor aeroespacial:

Loading

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d bloggers like this: